sexta-feira, 28 de outubro de 2016

ESCOLA - Francisco Razzo


O termo "escola" tem origem no grego "scolé", cujo significado primordial é "tempo livre" ou, mais precisamente, "ócio". 

A palavra "escola", em português, origina-se dessa ideia fundamental de "ócio" como abertura para o pensamento. Quem nega o ócio faz um "neg-ócio", ou seja, não se encontra disponível para o tempo do aprendizado, da reflexão, que exige justamente a suspensão de outras atividades menos importantes. 

Um dos sentidos da palavra "ocupação" é justamente o de "negar o ócio". Portanto, quem OCUPA escola nega, em sua raiz e numa espécie de oximoro, a própria ideia de ESCOLA.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo-me o direito de não publicar críticas negativas de "anônimos" (Este espaço visa à edificação e, em muitos casos, à instrução. Somente publicarei os comentários que atendam tais propósitos); Discordar não é problema, contudo, faça-o com educação (Não tolerarei palavreado torpe, ofensivo e inconveniente); Atenha-se ao conteúdo do texto (aqui não há espaço para personalismos ou críticas ad hominem)